Estimulação de Linguagem

O avanço e o amadurecimento da linguagem dependem dos estímulos que a criança recebe do ambiente. Se o filho aponta o objeto que quer e a mãe o atende prontamente, sem que ele tente falar, vai demorar mais para  aprender.

A criança aprende a falar por repetição, ouvindo e imitando o adulto. Devemos dizer as palavras corretamente para não confundi-las.   Metáforas de associação, como chamar cachorro de “au-au” e machucado de “dodói”, podem facilitar  porque são expressões fáceis de pronunciar. Não há problema em usar para identificar algumas coisas, mas adotar frases inteiras dessa forma retarda o aprendizado da linguagem. Pelo mesmo motivo, devemos evitar os diminutivos, que tornam a conversa muito infantilizada. O ideal seria adotar frases curtas, simples e claras, como “Aqui está a sua mamadeira” ou “É hora do banho”.  É importante os pais passarem essas dicas para as outras pessoas que cuidam da criança, como os avós ou a babá.

Estímulo adequado
– Comunique-se com o bebê mais intensamente nos momentos em que estiver atento. Durante crises de choro ou períodos de irritação ele não irá prestar muito atenção em você;
– Procure não usar muitos estímulos, além do contato visual, enquanto conversa com ele, isso ajuda o bebê a se concentrar nas palavras;
– Aproveite situações do cotidiano para ouvir o que seu filho está falando e conversar com ele apresentando o nome das coisas. Assim, as palavras ganham significado e são gravadas com mais facilidade;
– Pronuncie as palavras de maneira correta. Se preciso, faça variações aumentando ou suavizando a voz;
– O melhor é conversar com seu filho normalmente. Se ele pede a “dedera”, responda que vai preparar a mamadeira;
– Na hora das refeições fale do prato, da colher, das cores e consistência dos alimentos;
– Aproveite o banho para nomear as partes do corpo e narrar as ações que a criança estiver fazendo: pegar o sabonete, a esponja, jogar água, esfregar a perna;
– Faça comentários sobre a forma e a textura dos brinquedos;
– Conte algo do dia com detalhes interessantes para a criança: o momento em que a vovó telefonou, uma coisa que você viu na rua;
– Nos passeios, aproveite para ensinar novas palavras a ele. Aponte os pássaros e as árvores, por exemplo; – Ouçam e cantem juntos músicas e histórias.