Na Pet Terapia a sessão ocorre com a presença da fonoaudióloga, de um especialista em comportamento animal e de um cachorro. Um cachorro? Sim! Um cão especialmente treinado para a terapia! Ele é o elemento reforçador das atividades terapêuticas. As crianças ficam motivadas e estimuladas.

 

Na terapia fonoaudiológica assistida por um animal, temos animais como mediadores de estimulações nas áreas cognitiva, social, sensorial e de linguagem. Auxilia no desenvolvimento verbal, condutas afetivas e habilidades como contato visual, pareamento e imitação. A Pet Terapia não substitui a terapia clínica, é um complemento.