Coordenação motora: como estimular seu filho

coord motora

A coordenação motora é composta por global e fina. No inicio da vida da criança, os primeiros movimentos a serem aprendidos são os globais e, posteriormente, os movimentos mais refinados: a coordenação fina. É logo após o nascimento que a criança inicia a sua maturação tônica que se revela primeiro ao nível da cabeça, da coluna e do tronco, e depois dirige-se para as extremidades (mãos e pés). Ou seja, repete o processo que ocorre após a fecundação, onde o embrião inicia o seu desenvolvimento da cabeça para o tronco e, após, para as extremidades. Quando bebê, a criança aprende a mover-se e o faz para aprender a controlar o seu corpo.

É imprescindível que o ambiente em que o bebê esteja inserido seja estimulador, por isso é importante que os pais proporcionem momentos em que a criança se movimente testando os seus limites.

Estes estímulos devem ser oferecidos em um espaço tranquilo e seguro. É durante estas ocasiões que a criança inicia a noção da sua coordenação motora global. Logo após o primeiro ano de vida a criança apresenta certa incapacidade de se mobilizar, ainda não consegue controlar o seu centro de gravidade devido a frágil estrutura tônica. É a postura bípede que a criança procura adquirir e logo após o deslocamento, daí o papel da motricidade do outro – o estímulo dos pais – possui importante influência. É com as interações motoras que a criança desloca o seu corpo adquirindo a apropriação da sustentação correta da musculatura, conquistando a marcha. Esse é o marco da infância!

Com a primeira e significativa conquista alcançada, tais contatos tornam-se sistematizados e frequentes, gerando, por consequência novas formas de controle motor e novas coordenações motoras. A partir deste momento os pais devem proporcionar momentos de exploração corporal em ambientes amplos, permitindo que a criança execute as atividades mais simples tais como, andar, correr, parar, pular, sempre controlando o seu corpo em todas as situações. Somente com a coordenação motora global estabelecida é que os movimentos refinados, que são executados com as mãos e os pés – como, por exemplo, a preensão do lápis ou o movimento de pinça – entrarão em ação!

Por isso não tenham pressa com o desenvolvimento,  deixe a criança experimentar a si própria diante do mundo a sua volta, oferecendo sempre atividades corporais e dinâmicas! Isso favorece a consciência corporal, além dos pequenos apreciarem muito!!

Fonte:
Laluna Albuquerque – pedagoga e psicomotricista